Seu navegador não suporta JavaScript!

abril

13

Plano de comunicação: 7 passos para montar o seu com eficiência

Postado por Arkétipo Agrocomunicação em Gestão E Marketing
Não importa o quão sensacional seja sua ideia: sem um bom plano de comunicação, o mundo jamais vai saber disso.
Imagem do Post

Se você começou seu negócio recentemente, deve ter percebido que a rotina do empreendedor é cheia de planos (ou pelo menos deveria ser). É plano estratégico pra cá, planejamento financeiro pra lá, plano tributário pra cima, plano de vendas pra baixo… Até parece que empreender é só planejar e planejar, sem jamais executar. Mas você também deve ter percebido que não é bem assim. Que, para tirar uma ideia de negócio do papel, é preciso estruturá-la, pensá-la um bocado. E, uma vez estruturado e pensado o negócio, chega o momento de avisar ao mundo que ele existe. Chega o momento do plano de comunicação.

Mas o plano de comunicação é tão importante quanto esses outros planos?

Pode acreditar que é. Porque é por meio do plano de comunicação que você poderá atingir os objetivos estabelecidos no – ora, veja – planejamento estratégico, ou de marketing. É ao desenvolver um plano de comunicação que você poderá definir qual o seu público de interesse, e que estabelecerá as estratégias e ferramentas adotadas para atingi-lo. Ou seja, é um processo indispensável para que o seu negócio deslanche.

Além disso, só com um plano de comunicação você:

  • conhece a percepção que o público tem sobre sua marca
  • estabelece a melhor estratégia para tirar o máximo do seu investimento em comunicação corporativa
  • constrói um posicionamento efetivo para sua marca, de modo que o impacto seja mensurável pelos resultados do negócio

São inúmeros os motivos pelos quais você não pode prescindir de um plano de comunicação. Reunimos as dicas e recomendações abaixo, mas sempre esclarecendo que se você não tem um departamento de comunicação, o que é o caso da maioria das empresas, isso é tarefa para uma agência de propaganda. Somente os profissionais de propaganda possuem conhecimento técnico e científico para analisar o seu plano de marketing e as suas necessidades e, a partir daí, ajudá-lo a elaborar e colocar em prática um plano de comunicação eficiente.

1 – O plano deve nascer da estratégia da sua empresa – um bom planejamento de comunicação jamais deve se dissociar do pensamento estratégico da sua empresa. Pelo contrário, deve estar totalmente alinhado a ele. Deve ser elaborado levando-se em conta onde você quer chegar, quais são seus objetivos principais. E isso partindo de um profundo conhecimento sobre o mercado em que sua empresa atua, os competidores, as perspectivas econômicas, e sobretudo o público alvo.

2 - Objetivos bem definidos = plano muito mais executável – um dos primeiros passos de um plano de comunicação é o estabelecimento dos objetivos a serem alcançados. Quais serão os seus? Aumentar as vendas? Atrair mais pessoas para a sua marca? Fidelizar mais clientes? Tudo isso? É bom ter estas respostas na ponta da língua.

Afinal, quem não sabe o que procura, quando acha, não encontra.

3 - Analise sua concorrência, conheça seu público – entender o comportamento tanto do público quanto da concorrência é fundamental para um plano de comunicação. Investigue as estratégias de marketing e de vendas da concorrência, observe como os competidores se posicionam no mercado… enfim, use e abuse do benchmarking. Já em relação aos consumidores, procure conhecer a fundo suas necessidades, seus hábitos de consumo e suas preferências. Assim, você conseguirá desenvolver mensagens mais e mais personalizadas.

4 - Mapeie os canais de marketing e de comunicação mais efetivos – essa é a hora de se fazer perguntas cruciais: você sabe onde seu consumidor está? Tem ideia de como pode atingi-lo? Via internet? Redes sociais? Enfim, é o momento de eleger que canais vai utilizar para enviar sua mensagem até ele.

5 - Vá com tudo para a parte tática – Os objetivos foram definidos? A concorrência e o público foram analisados? Os canais de comunicação foram mapeados? Então, é hora de avançar para a parte tática. É hora de definir as ações de comunicação. É hora de definir recursos, os responsáveis, os meios de execução e tudo o que for necessário para que se cumpra o estabelecido. Ah, não se esqueça dos indicadores de resultados – é por meio deles que você poderá avaliar se o plano de comunicação está sendo bem executado.

6 - Dedique toda atenção ao orçamento – acho que nem precisamos dar essa recomendação. Mas não custa insistir: na hora de elaborar o orçamento para cumprir o plano, procure ser o mais rigoroso e detalhista possível. Esmiúce todos os custos envolvidos, e principalmente esteja preparado para fazer adequações.

7 - Tudo pronto? Hora de elaborar um cronograma – esta costuma ser a última etapa de um plano de comunicação. É quando você vai desenvolver um cronograma de execução com todas as estratégias e as ações. Estes cronogramas costumam ter a duração de um ano, e de preferência são realizados em cascata – ou seja, as ações vão se completando ao longo dos doze meses.

Falando em ferramentas – o que são e quais são elas?

São as chamadas técnicas e formas de linguagem utilizadas por empresas para se comunicarem corporativamente. É por meio das ferramentas de comunicação que o seu plano será colocado em prática – por isso, muita atenção na hora de elegê-las.

As mais conhecidas são propaganda, pesquisa de mercado, merchandising, promoção de vendas, realização de eventos, marketing direto, assessoria de imprensa, gerenciamento de redes sociais, etc.

Agora, é hora de botar em prática!

Fonte: https://endeavor.org.br/

 

---------------------------------------------------

Saiba mais sobre Marketing no Agronegócio:

Curta a nossa Fanpage: https://www.facebook.com/ArketipoPropaganda/
Nos encontre no Instagram: arketipoagro

Publicações referentes:

https://endeavor.org.br/plano-de-comunicacao/

Tags:

comunicação, empreendedorismo, marketing, propaganda, comunicação integrada, agronegócios, plano de comunicação, plano de marketing, marcas, branding